11 de julho de 2011

Meu Galaxy Tab é um netbook

Como alguns já perceberam, dos sistemas operacionais mobile atuais, sou fã quase incondicional do Apple iOS e nunca fui muito satisfeito com o Android.

Mas, mesmo caindo pros lados da "maça mordida", em alguns aspectos o Android - mais especificamente um gadget com Android - é o que mais uso.
O Galaxy Tab é meu companheiro quase inseparável em viagens, eventos, trabalho e até lazer - tá, nesse último, nem tanto...

        E que não venham, os "fanzocas 
chatos", tentar me convencer do contrário. Uso os dois e, faz muuuuito tempo que conheço, trabalho e estudo tecnologia, então já passei das fases "romântica" e "preconceituosa" da T.I. Pra mim, é tudo muito prático e racional. Também sei que "GOSTO NÃO SE DISCUTE - SE RESPEITA". E até já sei que "O SEU É SEMPRE MELHOR QUE O MEU!"; né?

O P1000 - modelo de 7" do Galaxy Tab - tem uma tela enorme e excelente usabilidade se comparado com um smartfone e, ao mesmo tempo, é pequeno e fácil de portar se comparado a um tablet tradicional de 10". Com sua telinha confortável de 7 polegadas é possível navegar e rodar aplicações via web - webApps - com o Opera ou Firefox com muito conforto e compatibilidade com os navegadores para desktop.

        Como resultado, o iPad virou um game console para usar em casa. Até comprei um cabo de vídeo pra jogar na TV de vez em quando e removi todas as músicas e algumas aplicações, para dar mais espaço para os jogos HD no iTreco da Apple.

Em contrapartida, só o que restou de game no Galaxy Tab foi o clássico Angry Birds em suas 3 versões mais clássicas - Angry Birds, Seasons e Rio.


Documents ToGo: um
office para o Android.
Ontem, fiz outro upgrade deixando-o ainda mais preparado para trabalhar: adquiri um conjuntinho "bem vagabundo" com capa de couro de lumbriga e teclado bluetooth da China, que transforma o Galaxy Tab em uma espécie de netbook. Pra completar o kit, adquiri o Documents ToGo que é um "pacote office" conhecido desde a época dos Palm e que está muito bem adaptado para Android, apesar de um pouco mais pesado que o ThinkFree Office que vem originalmente no Galaxy Tab.

Resultado: dependendo da minha adaptação ao "novo sistema" o velho netbook também deve ser deixado de lado... Será? Sei não heim...

Quem se interessou pela bugiganga, pode encontrá-la por módicos 34,50 dólares e frete grátis, na Dealextreme, neste link. Tem versões de melhor qualidade, com teclas "de verdade" - o meu tem teclas de borracha.  Tem também para diversos outros tablets e smartfones...

5 comentários neste post

"Fanzocas chatos"... uia, essa doeu! ;-)

Acaso, não existe alguma versão portável do LibreOffice para o Android?

PS.: se o "velho netbook" for deixado de lado (mesmo!) podemos negociar... &;;-D

Ednei,

Até procurei algo do gênero, mas não tem nenhum "pacote office" gratuito "que preste" para Android ou para iOS.

O Galaxy Tab vem com o ThinkFree que é bonzinho, mas tem uma interface e recursos bem pobrinhos.

O "Documents To Go" é um pouco superior e já é velho conhecido porque uso no iPad e a muito tempo no Palm. Além disso, é baratinho e ainda tem suporte se precisar... ;-)

Pois é... a única barreira que me impede de usar o Android como um sistema operacional para desktops é justamente a ausência de uma suíte de escritório! Quanto ao resto, dá para se virar... &;-D

Hahaha - "iTreco da Apple"... Daqui a pouco vão lançar o "Iphone de ouvido", o "Icaixa de som", e qualquer coisa que já usamos com o "I" na frente...

"Daqui a pouco vão lançar o "Iphone de ouvido", o "Icaixa de som", e qualquer coisa que já usamos com o "I" na frente..."

"iTreco" = iPod OU iPhone OU iPad OU iMac...

Tempos modernos amigo, tempos modernos

;-)

Postar um comentário

Atenção comentarista!
  • Todos os comentários serão rigidamente moderados;
  • Identifique-se! Comentários anônimos não são recomendados;
  • Comentários com três ou mais links serão removidos;
  • Comentários escritos em miguxês ou excesso de gírias serão removidos;
  • Comentários escritos com predominância de maiúsculas serão removidos;
  • Por favor, prove que você é coerente, educado e bem informado: conheça o restante do site, saiba quem somos, sobre o que, para quem e como escrevemos antes de comentar futilidades;
  • Respeite as opiniões dos autores e dos outros comentaristas. Seja breve e sem ofensas;
  • Escreva comentários relevantes e que contribuam de alguma forma para o bem da humanidade;
  • Não seja um inútil social. Lembre-se que o mundo não gira ao seu redor.