7 de junho de 2011

Três aninhos de Windows 7

Hoje, fuçando em minhas anotações, acabei de descobrir que já estou usando o Windows 7 a mais de três anos. Lá em março de 2008, quando o beta ainda rolava pela grande rede, eu tomei coragem de comprar um HD só para testar o novo rebento da Microsoft que já naquela época prometia tudo que teoricamente o Vista não fez.

Por algum tempo fiquei revezando entre o "Seven" e o Vista, principalmente por causa do baixo desempenho do beta com jogos mais parrudos e a falta de alguns drivers, isso porque escolhi minha game machine para testar o novo S.O.

Alguns dias depois a versão RC - Release Candidate - foi liberada para o povão e tudo foi resolvido. De lá para cá o velho Windows Vista ficou esquecido no outro HD que acabou virando um backup. Algum tempo depois, o esquecido tornou-se falecido. Por precisar de espaço para instalar os novos jogos que estão sendo lançados nesta época, finalmente removi de vez o Windows Vista e o Windows 7 passou a reinar absoluto no PC desde então.

Infelizmente alguns jogos mais antigos tiveram problemas em rodar na nova plataforma, ainda mais por ser a versão de 64 bits, mas como não sou nada nostálgico em termos de games e sempre estou atrás de novidades, isso não me afetou muito.

Mesmo com a versão RC a máquina funcionava sem problemas, rodando praticamente tudo que precisava para meu dia-a-dia nerd. Na prática, até hoje, ainda não tive nenhum problema cabeludo ou insolúvel com o sistema. Para ser justo, nem com o Windows Vista eu tive, e o uso até hoje em outos desktops e no notebook. Mesmo o XP ainda rola em um "velho" netbook!

Pode parecer estranho e meio confuso operar vários sistemas diferentes ao longo do dia: no SENAC e no netbook uso Windows XP, na Alianz uso Linux em “modo texto”, no notebook e no PC do escritório tenho o Vista rodando e o PC de casa é onde está o Windows 7. Mas nada como a prática! Parece que o cérebro entende cada sistema operacional e chaveia os neurónios para o modo correto de operação de cada um. Coisa de nerd.

Claro que às vezes a maça cinzenta falha, principalmente quando preciso acessar uma ferramenta mais avançada, como uma configuração de rede. Mas são só alguns segundos de desespero e tudo volta à normalidade!

Agora é esperar a versão beta Windows 8 chegar e preparar a aposentadoria do velhinho Windows XP, que já está com os dias contados...

0 comentários neste post

Postar um comentário

Atenção comentarista!
  • Todos os comentários serão rigidamente moderados;
  • Identifique-se! Comentários anônimos não são recomendados;
  • Comentários com três ou mais links serão removidos;
  • Comentários escritos em miguxês ou excesso de gírias serão removidos;
  • Comentários escritos com predominância de maiúsculas serão removidos;
  • Por favor, prove que você é coerente, educado e bem informado: conheça o restante do site, saiba quem somos, sobre o que, para quem e como escrevemos antes de comentar futilidades;
  • Respeite as opiniões dos autores e dos outros comentaristas. Seja breve e sem ofensas;
  • Escreva comentários relevantes e que contribuam de alguma forma para o bem da humanidade;
  • Não seja um inútil social. Lembre-se que o mundo não gira ao seu redor.