24 de dezembro de 2010

O design errou

Na música "O rock errou" o genial Lobão faz um desabafo sobre como o Rock - que além de estilo musical, é estilo de vida - errou no sentido de fazê-lo acreditar em utopias da juventude.

O design acaba sendo meio assim também; desde o conceito de gute form - a boa forma * - como algo válido para todas as pessoas, em qualquer parte do mundo; hoje, em contraponto a esse conceito de "produtos únicos" podemos comprar um tênis via internet e personalizá-lo a nosso bel prazer (da cor até escrever seu nome ele, recebendo o calçado em casa). O que era "perfeito" sendo único hoje pode ser "perfeito" de modo individualizado.

Enfim, o design também persegue a utopia de fazer um mundo melhor para todos.

Infelizmente nem todos usam o design para o bem. Quem não se lembra das propagandas em janelas pop-up (aquelas janelas que literalmente "saltam" na sua frente ao acessar um site)? De elemento de interface começou a ser tão mal usada que hoje existem bloqueadores para essas janelas embutido nos navegadores, o que gerou um segundo problema: pessoas que não sabem desligar esses bloqueadores e não acessam mais sites que se utilizam desse recurso de modo válido e correto.

Por isso agora a propaganda online existe em camadas, o que faz com que voltemos ao mesmo problema sob um ângulo diferente, como podemos ver nesse site:

Exemplo de camada/layer com propaganda sobre o conteúdo. Observe que o botão de fechar - não neste exemplo - normalmente está num ponto pouco privilegiado da página, em relação à propaganda.

Mais um erro muito comum em sites feitos em Flash, por pessoas que aprenderam a ferramenta sem passar por um curso (como fazem a maioria dos usuários do Windows): o link só é ativado quando se passa o cursor sobre os caracteres do link em forma de texto:


Neste caso o link não é texto em Flash, o que mostra que os problemas independem da tecnologia...

Não satisfeito em empurar propaganda de modo arbitrário, esse site criou uma variação mais ladina ainda para empurar propaganda: ao abrir o conteúdo desejado (cifra de música) uma camada com vários links (e um botão de fechar) é exibida sobre uma propaganda. Ao passar o cursor no botão (um segundo antes do usuário clicar) a camada é oculta e a propaganda (que estava "por trás") é exibida, fazendo o usuário clicar involuntariamente num link publicitário.



O Google deveria incluir esse artifício no rol de técnicas negras (Black Hat) da SEO (Otimização de Mecanismos de Busca) ou um link do tipo "reportar abuso na utilização desta propaganda".

__________________________________________________
Nota: Segundo a Wikipédia Alemã: http://de.wikipedia.org/wiki/Gute_Form "O conceito de boa forma, surgiu nas décadas de 20 a 50, caracterizando e representando um projeto que deve ser atemporal e válido: um design funcional, de fato, e ainda estético deve ter uma durabilidade longa, pois as coisas deveriam ser feitas para durar além da moda. O conceito foi descrito em 1957 no livro "A Good Design" de Max Bill.

2 comentários neste post

Muito bom!

É triste ver que o pessoal de desenvolvimento ainda tem que se sujeitar a práticas deprimentes como essas. Depois reclamam de sistemas de bloqueio, anti-Flash, "anti-chatos", etc... Parece até coisa de sites de downloads ilegais (lembra das milhares de pop-ups que surgiam desesperadamente na telinha?)

Pior: a nova safra de navegadores esta prevendo o bloqueio dos contadores de visitas e geradores estatísticas, o que pode afetar diretamente quem depende desse tipo de informação. Será preciso repensar todo o modelo atual de publicidade na web por causa dessas práticas mesquinhas.

Por essas e muitas outras "mutações" que tenho me afastado cada vez mais da produção de conteúdo para a web. Perceberam!!!

Verdade, até as hospedagens estão mudando suas políticas. Na área hospedgens gratuitas o mercado mudou tanto (vide minha matéria sobre isso http://www.catabits.com.br/2010/11/hospedagem-gratuita-na-web-caminhos-e.html ou www.catabits.com.br > hospedagem gratuita na web) que estou pensando em continuar a escrever sobre o tema...
Sobre bloquear geradores de estatísticas e contadores de acesso só posso ver como ações para mascarar o verdadeiro acesso a sites/blogs com intuito de vender propaganda a desavisados (ou desinformados). Assim caminha a humanidade, é triste...

Postar um comentário

Atenção comentarista!
  • Todos os comentários serão rigidamente moderados;
  • Identifique-se! Comentários anônimos não são recomendados;
  • Comentários com três ou mais links serão removidos;
  • Comentários escritos em miguxês ou excesso de gírias serão removidos;
  • Comentários escritos com predominância de maiúsculas serão removidos;
  • Por favor, prove que você é coerente, educado e bem informado: conheça o restante do site, saiba quem somos, sobre o que, para quem e como escrevemos antes de comentar futilidades;
  • Respeite as opiniões dos autores e dos outros comentaristas. Seja breve e sem ofensas;
  • Escreva comentários relevantes e que contribuam de alguma forma para o bem da humanidade;
  • Não seja um inútil social. Lembre-se que o mundo não gira ao seu redor.