4 de dezembro de 2009

Ó mundo cruel que me fazes sofrer tanto!

É! Depois de uma proposta irrecusável, mesmo me questionando se deveria ou não, vendi meu PC Game. Foram vários anos investindo tempo, conhecimento, dinheiro e paciência para chegar na máquina perfeita, e quando acho que cheguei no que queria, ele se foi.

Ontem: plena quarta feira de calor intenso, sou procurado por um cliente indicado que queria um PC parecido ao que montei para o amigo dele. Um desses que rode de tudo sem resmungar.

Claro que fui usando minha própria máquina de jogatinas como argumentos para vender tecnologia de ponta para o cliente, alias, grande conhecedor de games mas totalmente incompetente em termos de hardware (palavras dele!).

Talvez tenha sido aí que começaram meus problemas (?). A cada game que ia rodando em resolução máxima, a cada configuração que eu ia demonstrando, sempre acompanhadas das belas imagens cedidas pelas firulinhas do Windows 7 recém instalado, ele ia meio que se convencendo que não existia PC melhor para comprar do que o meu.

Até acertamos valores, configurações, negociamos alguns jogos para sua nova game station... Eis então que ele joga a proposta. "- Me vende o seu! Por que você não me vende esse aí?" Chegou dar um "gelo" na espinha, mas expliquei que esse já estava usado, com um "risquinho" na moldura do LCD, a tecla "Control" meio apagada e que seria mais interessante para ele (nós) montar um novo.



No meio do caminho para a vitória...
Tudo certo então... Que nada! Uma hora depois ele volta: carro para transporte, cartão do banco na mão, filho babando pelos jogos novos... Fazer o que? Me despeço de meu PC "ultra super mega power turbinado" para games e agora fiquei na mão!

O que fazer da minha vida? Pior que estava no meio de um tiroteio intenso em Modern Warfare 2 do qual nem experimentei o modo online ainda. E meu "boneco" em Borderlands que estava prestes a chegar no level 25! Fora mais uma meia dúzia de outros games que estavam pelo meio do caminho.

Tudo bem que fiz um belo backup dos saves e não perderei nada, mas os dedos já coçam, o cérebro já começa a devanear e quando olho para a mesa, ocupada apenas por uma lerdeza de um netbook que não roda nem a imundice do CS...

Agora é partir para outra, mas vou pegar leve por enquanto: tenho uma "velha" MSI P35 Platinum que vai ganhar um gabinete "mai-o-menos" e uma GeForce 9800 GT genérica que já está encomendada. Até pensei em um console; um PS3 ou um 360, mas não poço desconsiderar minha "invejável" biblioteca de versões para PC...

Vida de nerd é uma droga!

0 comentários neste post

Postar um comentário

Atenção comentarista!
  • Todos os comentários serão rigidamente moderados;
  • Identifique-se! Comentários anônimos não são recomendados;
  • Comentários com três ou mais links serão removidos;
  • Comentários escritos em miguxês ou excesso de gírias serão removidos;
  • Comentários escritos com predominância de maiúsculas serão removidos;
  • Por favor, prove que você é coerente, educado e bem informado: conheça o restante do site, saiba quem somos, sobre o que, para quem e como escrevemos antes de comentar futilidades;
  • Respeite as opiniões dos autores e dos outros comentaristas. Seja breve e sem ofensas;
  • Escreva comentários relevantes e que contribuam de alguma forma para o bem da humanidade;
  • Não seja um inútil social. Lembre-se que o mundo não gira ao seu redor.